Tonometria

A tonometria, ou medida da pressão ocular, deve ser realizada em todas as consultas oftalmológicas, pois é a principal medida de prevenção do glaucoma. Existem vários tipos de tonometria:

  • Tonometria de aplanação: O tonômetro mais usado no dia a dia dos oftalmologistas é o de aplanação de Goldman. Simples e preciso, esse método é limitado em pacientes com espessura corneana muito fina ou muito espessa. Nestes casos, os resultados não são confiáveis e deve ser utilizado outro método para medir a pressão ocular.

  • Tonometria de sopro: realizada apenas como triagem antes da consulta oftalmológica, pois seus resultados não são tão precisos quanto a tonometria de Goldman.

  • Tonometria de indentação: atualmente o mais conhecido nessa classe de tonômetros é o Tono-Pen. Ele é portátil e muito útil para medir a pressão de crianças e pessoas acamadas. Seus resultados são bastante precisos.

  • Tonometria de contorno dinâmico (Pascal): tonômetro eletrônico de não contato que mede a pressão ocular com mais independência de interferências como a espessura corneana. Ele oferece também uma medida da amplitude de pulso ocular, ou seja, mede o fluxo sanguíneo que chega até o olho.

Indicações do exame:

Todos os pacientes durante a consulta oftalmológica de rotina

Suspeita de glaucoma

Glaucoma

Inflamações oculares

Pós opetarório

Como se preparar para o exame?

Não é necessário preparo especial para o exame.

Como é o exame?

Na tonometria de Goldman os olhos são anestesiados e o paciente posicionado na lâmpada de fenda. O tonômetro toca levemente o olho e a pressão é medida pelo médico.

A tonometria, ou medida da pressão ocular, deve ser realizada em todas as consultas oftalmológicas, pois é a principal medida de prevenção do glaucoma. Existem vários tipos de tonometria:

  • Tonometria de aplanação: O tonômetro mais usado no dia a dia dos oftalmologistas é o de aplanação de Goldman. Simples e preciso, esse método é limitado em pacientes com espessura corneana muito fina ou muito espessa. Nestes casos, os resultados não são confiáveis e deve ser utilizado outro método para medir a pressão ocular.

  • Tonometria de sopro: realizada apenas como triagem antes da consulta oftalmológica, pois seus resultados não são tão precisos quanto a tonometria de Goldman.

  • Tonometria de indentação: atualmente o mais conhecido nessa classe de tonômetros é o Tono-Pen. Ele é portátil e muito útil para medir a pressão de crianças e pessoas acamadas. Seus resultados são bastante precisos.

  • Tonometria de contorno dinâmico (Pascal): tonômetro eletrônico de não contato que mede a pressão ocular com mais independência de interferências como a espessura corneana. Ele oferece também uma medida da amplitude de pulso ocular, ou seja, mede o fluxo sanguíneo que chega até o olho.

 

Indicações do exame:

Todos os pacientes durante a consulta oftalmológica de rotina

Suspeita de glaucoma

Glaucoma

Inflamações oculares

Pós opetarório

 

Como se preparar para o exame?

Não é necessário preparo especial para o exame.

 

Como é o exame?

Na tonometria de Goldman os olhos são anestesiados e o paciente posicionado na lâmpada de fenda. O tonômetro toca levemente o olho e a pressão é medida pelo médico.