Iridotomia a laser

A iridotomia é indicada em paciente que têm risco aumentado de oclusão do ângulo da câmara anterior e glaucoma agudo. Os olhos desses pacientes apresentam características específicas em sua anatomia:

- câmara anterior rasa, com a distância reduzida entre a córnea e a íris;

- ângulo da câmara anterior estreito;

 Nesses pacientes, apenas a dilatação da pupila pode desencadear a obstrução do ângulo da câmara anterior pela íris e impedir a drenagem do humor aquoso, elevando a pressão ocular. A iridotomia cria uma abertura a mais para a circulação do humor aquoso prevenindo o glaucoma agudo.

Algumas indicações

- retinopatia diabética;

- oclusões vasculares da retina;

- degenerações da retina;

- descolamento de retina;

- tumores.

Como se preparar para o procedimento

- É aconselhável a presença de uma companhante adulto;

- traga óculos escuros para usar após o procedimento.

Como é feito o procedimento

- As pupilas são dilatadas e os olhos preparados com gotas de colírio anestésico;

- o paciente é posicionado no aparelho e o laser aplicado;

- o procedimento dura de 10 a 20 minutos.

O que esperar após o procedimento

Após o laser o paciente pode sentir um desconforto leve e embaçamento da visão durante algumas horas. Utilize os colírios prescritos e siga as recomendações do seu médico em relação ao repouso.