Cirurgia plástica das pálpebras

A cirurgia é realizada sob anestesia local e sedação leve, sempre acompanhada por um anestesista. O pós-operatório é tranqüilo e raramente ocorre dor. A aplicação de compressas geladas nos primeiros dias reduz o inchaço e a formação de hematomas. Os pontos são retirados entre 5 e 7 dias após o procedimento, quando a aparência já é bastante satisfatória e o paciente já pode voltar às suas atividades normais.

Indicações do procedimento

- excesso de pele nas pálpebras (dermatocálase);

- excesso de bolsas palpebrais.

Como se preparar para o procedimento

-No dia da cirurgia, fazer um jejum de 6 horas de sólidos e 4 horas de líquidos;

- na manhã da cirurgia, tomar todos os medicamentos de rotina, exceto se forem suspensos pelo seu médico;

- lavar os cabelos antes de sair para a cirurgia;

- chegar à clínica uma hora antes do procedimento, para que sejam iniciados os preparos para a cirurgia;

- é obrigatória a presença de um acompanhante adulto;

- trazer os exames e relatório de risco cirúrgico, se solicitados;

- trazer o termo de consentimento entregue pelo médico;

Como é feito o procedimento

- O paciente chega ao bloco cirúrgico e é preparado pelas enfermeiras assistentes;

- um acesso venoso é estabelecido;

- dentro da sala de cirurgia, o anestesista faz a sedação e a anestesia local, para que a cirurgia possa começar;

- o procedimento dura em torno de 30 a 60 minutos.

Quais os cuidados após o procedimento

- devem ser aplicadas compressas geladas a cada duas horas nos três primeiros dias (exceto durante a noite);

- dieta livre;

- repouso com a cabeceira elevada;

- não molhar as pálpebras durante os três primeiros dias;

- após o quarto dia, lavar o local com água morna ou fria;

- evitar esportes, piscina e sauna durante duas semanas;

- usar óculos escuros ao sair de casa;

- evitar exposição ao sol por, pelo menos, 30 dias.

- após o décimo dia usar filtro solar em todo o rosto, inclusive nas cicatrizes.