Com o tema “Esfregar e coçar os olhos prejudica a visão”, foi iniciada a campanha Junho Violeta. O objetivo é divulgar informações sobre os riscos do Ceratocone.
O ceratocone é a distrofia mais comum da córnea e afeta uma em cada duas mil pessoas, segundo dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia. A doença costuma surgir entre os 13 a 18 anos e tende a se estabilizar aos 35. Normalmente, o ceratocone ocorre nos dois olhos, de maneira assimétrica, quer dizer, é mais avançado em um dos olhos.
Embora não tenha cura, a doença tem tratamento. Por isso, é importante o diagnóstico precoce para evitar a sua progressão.
Em estágios mais avançados, o único tratamento para a doença é o transplante de córnea.