Em janeiro de 2019, o presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 13.802 que instituía o “Julho Amarelo” como mês de conscientização, luta e prevenção das hepatites virais. Isso não significa que a prevenção à doença deva ser menor nos demais meses do ano, muito pelo contrário.

A hepatite é uma inflamação do fígado, causada por vírus ou pelo uso de medicamentos, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas e genéticas. Por isso, é importante conscientizar a população sobre os riscos, alertar sobre o diagnóstico e prevenção, e estimular a vacinação contra as hepatites A e B.